• Café das Sextas: Fevereiro 2008

    quarta-feira, fevereiro 27, 2008

    Deixem entrar os palhaços!



    «Paulo Portas denuncia atrasos no pagamento de subsídios aos agricultores» 24.02.2008

    «"O senhor ministro da agricultura está a praticar com os agricultores uma política de calote, porque está-lhes a dever as medidas agro-ambientais e as indemnizações compensatórias. Está-lhes a dever na área florestal e nos apoios à produção", Paulo Portas, à entrada para um almoço com militantes de Beja.»


    «Ministro desmente pagamentos em atraso a agricultores apontados pelo CDS» 25.02.2008

    «"Devia estudar os dossiers", respondeu hoje Jaime Silva, à margem de uma visita a Castelo Branco. "Como não tem críticas à política para a agricultura, vai criticando onde não tem base nenhuma, invocando dívidas", acusou ainda o membro do Governo.

    "Agora, o doutor Paulo Portas tem calotes políticos, que são dívidas de explicações que ele não dá aos portugueses", continuou Jaime Silva, numa alusão aos casos Portucale, venda do Casino de Lisboa e documentos que o actual líder dos democratas-cristãos copiou ao deixar o Governo. "Houve dois ministros do CDS, do Governo anterior, que assinaram despachos depois de perderem eleições e publicaram-nos com efeitos retroactivos. Refiro-me ao caso Portucale. É bom que o doutor Paulo Portas explique aos portugueses que avaliação política faz deste comportamento", refere.»


    «Paulo Portas anuncia processo judicial contra Jaime Silva» 26.02.2008

    «O líder do CDS-PP, Paulo Portas, anunciou hoje que vai processar judicialmente Jaime Silva, ministro da Agricultura, por se considerar prejudicado no seu bom-nome e exigiu explicações do primeiro-ministro, José Sócrates. "Trata-se de um ministro do PS, o que ajuda a perceber de onde vêm [as afirmações] e para que servem”, afirmou Paulo Portas, em conferência de imprensa na sede do CDS-PP.»

    terça-feira, fevereiro 26, 2008

    Viver em Telheiras

    segunda-feira, fevereiro 25, 2008

    Quando o feitiço se vira contra o feiticeiro

    «"Pai" do IRS e do IRC vítima de penhora após pagar dívida»

    «A Direcção-Geral dos Impostos (DGCI) penhorou uma conta bancária ao fiscalista e presidente da comissão que preparou a introdução do IRS e do IRC em Portugal, em 1989, Paulo Pitta e Cunha, por uma alegada dívida de pouco mais de 340 euros.

    Uma penhora irregular, que nunca foi devidamente comunicada ao contribuinte e que foi efectuada já depois de a alegada dívida ter sido paga. A penhora foi entretanto anulada depois de o fiscalista ter escrito ao anterior secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Amaral Tomaz - sem que o assunto tivesse ficado resolvido - e ao novo responsável pela pasta dos impostos, Carlos Lobo.»

    quarta-feira, fevereiro 20, 2008

    Lisboagás, a quanto obrigas

    A chama amarela é resultado de utilizar gás butano num esquentador afinado para gás natural. O serviço era para ter sido feito durante a tarde de ontem. A estimativa de hoje de manhã indicava que, afinal, talvez no final do dia o serviço esteja feito. Entretanto, não há gás para ninguém! O gás está caro e os electroacumuladores baratos. Adeus lisboagás. A EDP agradece.

    sábado, fevereiro 02, 2008

    O emplastro do emplastro