• Café das Sextas: Dezembro 2004

    quarta-feira, dezembro 29, 2004

    Como o mundo é pequeno!



    O risinho é para quê?

    Reflexões natalícias

    Talvez seja devido à quantidade de filmes de inspiração bíblica que passa na televisão nesta altura do ano, ou talvez sejam resquícios d'"A paixão de Cristo". O que é facto é que dei comigo a pensar na traição de Judas. A história sempre me pareceu um pouco mal contada.

    Como é que alguém como Jesus Cristo, que era uma figura pública seguida nas ruas por multidões, que para mais nem andava escondido, precisava de ser denunciado para ser apanhado pelos romanos?

    Mais ainda. Porque é que Judas, depois de ter recebido os 30 dinheiros da denúncia, não foi gozar a recompensa e foi a correr enforcar-se?

    sábado, dezembro 25, 2004

    Boas Festas (BIS)

    Caros "bloggistas"!

    E, em como hoje é dia 25 de Dezembro, venho desejar-vos um Feliz Natal!!!!

    Com as recomendações habituais... "se beber não conduza"... "não pratique manobras perigosas"... "devagar se vai ao longe"... etc, desejo que toda a quadra seja recheada de coisas agradáveis e de um alegre convívio com aqueles que mais prezam!!!

    Faço igualmente votos de que, aqueles que somente são lembrados na altura do Natal, passem a sê-lo durante todo o ano.



    quinta-feira, dezembro 23, 2004

    Reflexão do dia

    Lembram-se da confusão da condecoração do FCP com o Grande Colar de Honra ao Mérito Desportivo? Era para ter ocorrido dia 20. Contudo, devido ao "volume não identificado" encontrado no avião que deveria ter transportado o primeiro-ministro ou devido ao chumbo do Eurostat à cedência temporária de edifícios estatais a cerimónia não chegou a ocorrer. Foi adiada para dia 5 de Janeiro.

    Se o clube fosse outro e/ou o governo fosse também outro, este seria acusado de favorecimento clubístico. Vendo bem o estado das coisas, o FCP é que pode ser acusado de favorecimento ao receber a medalha das mãos deste governo.

    terça-feira, dezembro 21, 2004

    RMG vs. RSI

    A confusão que a mudança de uma sigla e o "apertar os cordões à bolsa" podem provocar.

    As aplicações informáticas fazem novamente das suas. Será que é, mais uma vez, a Compta a responsável pelo seu desenvolvimento. Lá diz o povo: "Enquano o pau vai e vem, folgam as costas".

    sexta-feira, dezembro 17, 2004

    Boas festas!

    O computador caseiro



    Esta imagem andou, caixa de email em caixa de email, a percorrer o mundo acompanhada deste texto:

    "Scientists from RAND Corporation have created this model to illustrate how a "home computer" could look in the year 2004. However the needed technology will not be economically feasible for the average home. Also the scientists readily admit that the computer will require not yet invented technology to actually work, but 50 years from now scientific progress is expected to solve these problems. With teletype interface and the Fortran language, the computer will be easy to use and only."

    Afinal a fotografia não é verdadeira.

    quarta-feira, dezembro 15, 2004

    "Assessor escondido com o rabo de fora"

    Uma vez que a Central de Informação foi vetada há que passar ao plano B. É o Ministério da Propaganda em funcionamento.

    Sem palavras...



    O nosso salário médio é mais baixo que o limiar de pobreza de qualquer outro país da Europa.

    O divórcio disfarçado de casamento



    É preciso não ter vergonha para se vir, em directo, anunciar um casamento quando na realidade o que está a acontecer é um divórcio.

    Vi o acontecimento e adorei algumas das pérolas proferidas. Frases como, “esperando que se repita o que aconteceu em 2002”, quando PSD e CDS-PP “tiveram a maioria suficiente para formar Governo” são autênticos atentados à inteligência de quem os ouviu e só mostram que o PSD anda mesmo com PP nas palminhas das mãos. Então mas não foi o PSD que teve a maioria necessária para formar governo? A ganância é que foi muita e optaram por se coligarem com PP para conseguirem a maioria absoluta. Não é por os dois partidos juntos terem mais votos que qualquer um dos outros que irão formar governo. É necessário que um deles, só por si, obtenha a maioria dos votos.

    Santana Lopes lamuriou-se, mais uma vez, de ter sido vítima de ataques perpetrados por “poderosos que não estavam habituados a que se tocasse nos seus privilégios”. Será que está a falar dos mesmos "poderosos" que vão comparar os imóveis estatais (ver post anterior)? Se não for disso, de que é que ele está a falar?

    Aproveitou também para lançar uma farpa: “Irresponsáveis são os que fogem. Incompetentes são os que fugindo deixam o país à beira do pântano”. Será que o José Manuel Barroso se ressentiu?

    No final não responderam a questões mas assinaram, em frente a todos para que fique claro, a declaração de divórcio.

    O tapa buracos



    O desgoverno quer vender 65 imóveis em que actualmente laboram serviços públicos por forma a salvar as contas públicas de 2004. O ridículo da situação é mesmo o facto de estes não serem imóveis inúteis ou sem utilização. Os serviços públicos que lá laboram passarão a pagar renda aos novos proprietários. Compromete-se a viabilidade financeira destes serviços só para que as contas de determinado ano tenham boa aparência (mais uma vez a aparência) já que a receita proveniente destas vendas é extraordinária, sem qualquer impacto duradouro nas finanças públicas. Esclareço que a receita das vendas é que não terá impacto duradouro, já que a venda em si, e o compromisso de pagar rendas aos novos proprietários terá um impacto nefasto e duradouro.

    A venda seria feita "preferencialmente por hasta pública", tal como foi prometido no Parlamento. Agora, já a fazer as malas (leia-se nomeações), prepara-se para fazer as vendas por ajuste directo. Este tipo de venda estava prevista no Orçamento de Estado de 2004, onde era autorizada a venda dos imóveis, "desde que a hasta pública tenha ficado deserta". Como nem sequer houve tentativa de venda por hasta pública o recurso a venda por ajuste directo não tem, à luz do OE de 2004, cabimento.

    O recurso à venda por ajuste directo vai levar a que os imóveis fiquem na posse, não dos que ofereceriam o valor mais elevado, mas daqueles que têm algum "dinheirito" disponível e muita influência junto do desgoverno (e respectivos partidos). Mais ainda, dado os serviços públicos lá instalados passarem a pagar renda aos futuros proprietários dos imóveis estes constituem uma óptima fonte de rendimento. Bagão Féliz recusou-se a divulgar qualquer previsão dos valores das rendas não sendo por isso possível averiguar dos custos regulares que esta operação irá ter.

    Esta jogada permite, mais uma vez, maquilhar as contas públicas de mais um ano de desgovernação e "entalar" os próximos (des?)governantes que se vão ver com mais uma dívida para pagar todos meses.

    terça-feira, dezembro 14, 2004

    "Claro como a água"



    "Temos tido défices superiores a quatro por cento e, nos últimos três anos, na ordem dos cinco por cento, incluindo uma previsão para 2005 sem as medidas extraordinárias, porque a maior parte delas, sobretudo as dos últimos dois anos, são medidas que não afectam o rendimento dos agentes económicos".

    As declarações do governador do Banco de Portugal deixam margem para dúvidas?

    segunda-feira, dezembro 13, 2004

    Check-Up

    Pensava eu para comigo no outro dia, que se calhar tinha mesmo que ir fazer um exame oftálmico, para ver se passava a conseguir vislumbrar os "vários" Pilhão, que existem em "todo" o lado, tal como vi anunciado num interessante spot publicitário. Ora, como era anunciado, deu-me a impressão que é só virar uma esquina, e damos de cara com estes objectos... Porém, eu nunca vi nenhum, e como no spot me deu (pelo menos a mim!) a impressão que quem não consegue ver estes objectos (repito, que devem mesmo estar em todo o lado), é porque não é (pelo menos) normal, achei que o meu defeito se devesse a qualquer problema relacionado com a minha capacidade visual.
    Hoje, o ouve um sismo com magnitude de 5,4 na escala de Richter, eu, porém, também não senti nada, presumo assim que o problema seja meu; os Pilhão estão mesmo por todo o lado, e isto, se calhar não se resolve apenas com um exame oftálmico...

    domingo, dezembro 12, 2004

    Josh Rouse

    Tenho dois bilhetes para o concerto de Josh Rouse, dia 15 de Dezembro no Fórum Lisboa, alguém quer comprar?

    Agora a sério, muito obrigado a quem contribuiu para esta prenda, não estava à espera! Só gostaria que se identificassem para poder agradecer pessoalmente… (apenas sei que um deles foi o Rodrigo).

    Não querem vir também ao concerto? Acho que vai valer a pena, senão vejamos:

    Josh Rouse é um singer-songwriter já com alguns anos de carreira, tendo gravados, até à data, quatro álbuns. Nasceu em 1972 (data que dá nome ao último álbum!) e tornou-se músico lá para os lados de onde o sol se põe, Nashville. Os álbuns, dos quais só conheço os dois mais recentes são:

    -Dressed up like Nebraska (1998);

    -Home (2000);

    -Under cold blue stars (2002) e

    -1972 (2003).

    Como disse, conheço apenas os últimos dois, que apresentam uma sonoridade muito pop fazendo lembrar Morrisey, Wilco, Elliot Smith ou, no limite, os Beach Boys. Algumas músicas são bastante (demasiado!?) “comestíveis” teimando em não sair do ouvido. “It’s a miracle” é uma delas, tendo, dessa forma, o direito a passar em várias rádios nacionais.

    Nos concertos em solo português, Josh Rouse apresentará ainda músicas que irão sair no seu próximo álbum, em 2005.

    O concerto é dia 15, Quarta-Feira, às 21:30 no Fórum Lisboa. A primeira parte estará cargo de Nuno Prata.

    Fiquem bem, JF.

    sábado, dezembro 11, 2004

    Sílvio

    Enquanto passava os olhos pelo "Jornal da Noite" da passada noite, reparei numa notícia q passava em rodapé. "Salvo pelo gong, Tribunal absolve Berlusconi por prescrição do delito de suborno a juízes".
    Não queria deixar de agradecer a Sílvio Berlusconi, por tantas vezes me fazer lembrar que para tudo, existe sempre um cenário pior e que o nosso P.M. afinal não é (era) o pior do Mundo...

    sexta-feira, dezembro 10, 2004

    O contraditório

    1.
    Um dia depois de Paulo Portas ter anunciado que as novas viaturas blindadas do Exército e da Marinha seriam construídas na fábrica da Bombardier da Amadora a Bombardier não confirma a existência de um acordo mas apenas de negociações. Também o Ministro das Actividades Económicas não confirma a existência de um contrato. No entanto, este último já se desmentiu (alguém lhe apertou os calos).

    2.
    Durão Barroso, ao votar contra a compra da Galp Gás pela EDP, desmente-se a si própio já que foi ele que, ainda primeiro-ministro, iniciou tal processo.

    quinta-feira, dezembro 09, 2004

    Arroz de Setas (ou míscaros)

    Ingredientes:
    1 cebola
    1 dente de alho
    azeite
    um raminho de salsa
    arroz
    setas (ou outros cogumelos frescos que nao sejam dos brancos)
    caldo de galinha
    vinho branco seco
    pimenta preta
    manteiga
    parmesano ralado (opcional mas recomendado)

    Preparaçao:
    1) dourar a cebola e o alho no azeite
    2) adicionar as setas e deixar cozinhar um pouco
    3) adicionar o copito de branco e o ramo de salsa
    4) "reduce" (leia-se esperar que desapareça o alcool enquanto se traga o martini branco que preparámos uns minutos antes)
    5) deitar o arroz e adicionar o caldo fervendo (quantidade certa de água para o arroz metido)
    6a) deixar cozer
    6b) recensear-se
    7) temperar a gosto antes de toda a água desaparecer e, quando pronto, adicionar umas nozinhas de manteiga no topo
    8) tapar e esperar
    9) parmesano.

    NOTA: Da minha autoria e aprovado por unanimidade por 3 bascos, 1 valenciana e 2 portugas.

    Sinais dos tempos...

    As nomeações de chefes de gabinete e de assessores para novos cargos é inversamente proporcional à esperança que o PSD e o PP têm em vir a ser eleitos nas próximas legislativas.

    Soares é fixe!



    Parabéns ao homem a quem Portugal deve parte da sua liberdade e ao político de excepção. Políticos como ele fazem cada vez mais falta.

    terça-feira, dezembro 07, 2004

    "Brasil: tribunal retira 24 pontos ao São Caetano pela morte de Serginho"

    Onde de é que eu já vi um caso semelhante a este?

    O pior é que no "nosso" caso os responsáveis não foram sequer advertidos.

    SOCORRO: nao me deixam votar!!!

    Caríssimos,
    Há muito tempo que nao escrevo nada e a ninguém. Assim, espero que apreciem o valor da minha escassa contribuiçao.
    Constatei com alguma tristeza que dominam os assuntos políticos, sobre os quais mantenho (com algum orgulho) uma profunda ignorância.
    Liguei à minha mae no dia 1 de Dezembro para que me comprasse um natal em Portugal e soube assim e por acaso que o Governo tinha caído. Podem explicar-me porque é que sempre que estou fora da minha terrinha acontecem estas coisas más - ironia - e passamos às eleiçoes antecipadas?
    Ainda bem que nao estou recenseada: poderia pensar que estao a tentar impedir-me de votar.

    Promessas de Santana

    Quando concorreu à Câmara Municipal de Lisboa Santana fez, entre outras, estas promessas:

    "1- Abertura do túnel entre o Marquês de Pombal e as Amoreiras.
    2- Aumento das zonas pedonais.
    3- Melhoria na oferta de transportes públicos, desencorajando o uso de viatura própria. (como se conjugaria esta promessa com a n.º1 é que eu não sei...)
    4- Um silo de estacionamento por cada quarteirão de bairro.
    5- Repovoamento do centro de Lisboa, através de incentivos à habitação de jovens no centro e da colocação no mercado de andares devolutos; expropriando-os se necessário fosse.
    6- Criação de um Fundo Imobiliário para recuperação de zonas históricas, em especial a Baixa pombalina.
    7- Saída dos ministérios do Terreiro do Paço.
    8- Revisão do regime de cargas e descargas, acabando com a actual confusão diurna.
    9- Autocarros de saúde servirão como postos de prestação de cuidados médicos básicos aos toxicodependentes.
    10- Equipas de ruas estarão em todos os bairros problemáticos da cidade, fazendo a troca de seringas nos locais de consumo, aconselhamento da prevenção da sida, combate à tuberculose e prestando cuidados de enfermagem.
    11- O número de efectivos de Polícia Municipal nas ruas irá triplicar.
    12- Transferência da Feira Popular para os arredores de Lisboa e construção no local de residências universitárias.
    No que toca à Cultura, SL agradeceu o apoio de algumas figuras ilustres do teatro e das novelas com uma mão-cheia de promessas:
    13- Galeria Municipal de Arquitectura.
    14- Bienal Internacional de Arquitectura.
    15- Um Festival Internacional de Cinema e outro de Teatro.
    16- Concursos de Bandas e Coros de Lisboa.
    17- Uma "Lisbon Film Commission", para produção de filmes e séries de televisão.
    18- Um Plano de Recuperação e Requalificação das Casas de Fado.
    19- O "Mega Espaço da Juventude".
    20- "Espaços Multimédia" para acesso à Internet.
    21- O "Passe Cultural Lisboa Jovem" gratuito.
    (E até me abstenho de voltar a mencionar a tal "requalificação" do Parque Mayer.)
    22- Já no Plano para este ano, o Euro 2004 não foi descurado, tendo a CML anunciado um "ciclo temático designado Futebol - Espaços e Emoções - visão multidisciplinar e transversal para a reflexão do fenómeno desportivo". Se isto já pareceria pouco, tendo em vista a quantidade de visitantes que a nossa capital recebeu, que dizer da realização desse mirífico "Ciclo"? Alguém o viu?"

    Esta lista foi compilada pelo Luís Rainha a 2 de Julho de 2004.

    Era de esperar que as promessas fossem baseadas num programa de governação autárquica, que fizessem sentido e que não se anulassem umas às outras. O que dizer da promessa 1 e da promessa 3? Com o Santana a ordem é prometer... e depois logo se vê!

    Que eu saiba há muitos anos que se realiza um festival internacional de teatro em Lisboa. Para quê prometer outro? (Promessa 15)

    Das promessas que constam da lista quais foram cumpridas? Aguardo resposta.

    "Camarate: comissão de peritos conclui que existiu sabotagem"



    A VII Comissão de Inquérito sobre Camarate (sim, leram bem, esta é a oitava!!!) conclui que a explicação para o ocorrido se encontra "não em razões acidentais, mas sim no rebentamento - e correspondentes consequências - de um engenho explosivo que incapacitou a aeronave e/ou os seus tripulantes". Não sei bem quais foram as conclusões das anteriores de inquérito mas se o resultado estiver 4 - 4 (acidente - sabotagem) ainda tem que haver pelo menos mais uma para desempatar.

    Esta comissão, que o título da notícia linkada diz ser constituída por peritos, é presidida por o senhor deputado Nuno Melo, líder do grupo parlamentar do CDS. Tal como é do conhecimento público, o dito deputado tem longo currículo na indústria aeronáutica e na peritagem de acidentes, estando portanto, muito bem preparado para presidir a uma comissão de peritos. Além do mais, tendo Nuno Melo por presidente, a idoneidade da comisão fica garantida visto que este não é parte interessada nas conclusões que dela provirão nem destas (das conclusões) fará uso.

    Mas os factos estranhos não ficam por aqui. Foi sugerido, pelo PSD e pelo CDS-PP, que, mesmo antes das audições de outros grupos parlamentares com a dita comissão de peritos, o "grupo de trabalho encarregado do relatório final do relatório final da comissão de inquérito comece a trabalhar" "paralelamente". Mas quem elabora o relatório final não são os peritos? É que se não são os peritos que o redigem quem é que garante que no relatório final constará aquilo que realmente foi por eles constatado e concluido?

    Dos 12 peritos que integram a comissão apenas 7 subscreveram o presente relatório. Dois preferiram elaborar relatórios individuais que ainda não foram entregues. Os peritos estrangeiros também não foram ouvidos porque como a comissão só tomou posso em Maio de 2003 não houve tempo. Ainda para mais, como a dissolução do parlamento está para breve há que "apressar o passo" e apresentar conclusões. Sejam ou não validadas por quem entende o assunto. O importante é que elas apareçam! E se forem convenientes aos interesses instalados tanto melhor. (Nota humorística, ou não: a comissão refere "anúncio da dissolução da Assembleia da República". Então mas eles pensam que a Assembleia da República se dissolve? Dass!!! Nem falar sabem!!!) A realização do relatório é de tal forma apressada que a introdução tem a data do dia apresentação.

    É anunciado que a comissão é constituida por peritos do do Instituto Superior Técnico, da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e da Universidade de Coimbra. Dos que subscreveram o relatório apenas um é da FEUP e das outras instituições nem um. Afinal, em que ficamos?


    segunda-feira, dezembro 06, 2004

    Concorrência desleal



    Este é o texto de um comunicado do conselho nacional do PSD: "Na marcação da data para a realização das próximas eleições legislativas deverá ser garantido, para a defesa da dignidade das instituições e da própria consulta eleitoral, a absoluta separação entre a semana que marca as festividades de Carnaval e o período eleitoral"

    Aparentemente, Santana teme a concorrência.

    sexta-feira, dezembro 03, 2004

    Olá a todos! Há já uns tempos que não dou o meu contributo ao blog, motivo pelo qual apresento as minhas "desculpas".

    Tenho agora oportunidade de ver que já mais se juntaram: Sejam benvindos!
    Pena que alguns não possam estar connosco no café propriamente dito.... Uns por estarem longe... Outros por estarem ainda mais longe...
    Outros ainda não têm desculpa (Rita, não sei se sentiste uma espécie de carapuço...)

    Dados os recentes desenvolvimentos verdadeiramente importantes da vida do nosso país - não, não estou a falar da dissolução da assembleia - a detenção do Sr. Presidente do FCP, será que estamos finalmente perante um dos braços do polvo?! Será finalmente possível "caçar" os grandes, aos invés de apenas acusar aqueles que devem menos dinheiro e se deixam corromper por menos valores?! Acredito que sim. Deixo à consideração...

    Olé!!!



    Hoje, largada às 20:00 e em directo em qualquer um dos canais nacionais generalistas!

    Mas atenção: o "presidente do CDS(-PP?!?) falará às 20h00. Tudo o que se disser antes disso não representa a posição oficial do partido" e será considerado falsa partida!

    quinta-feira, dezembro 02, 2004

    Auto-afirmação



    Que gente é esta que, quando aparece nos ecrâns, acha necessário colocar defronte de si, em letras garrafais, palavras como "confiança" ou "competência". Só pode ser gente que não merece confiança ou é reconhecidamente incompetente. Caso a "confiança" ou a "competência" fossem características inerentes ao indivíduo que aparece no ecrân seria totalmente desnecessário evocá-las explicitamente.

    Este tipo de atitude faz-me lembrar uma das máximas dos regimes totalitários: "uma mentira muitas vezes repetida torna-se uma verdade". Ou então, a intenção é fazer passar uma ideia de forma subliminar: como já ninguém lhes presta atenção quando eles aparecem a papagear mas muitos mantêm o televisor ligado a mensagem vai ficando gravada na cabeça dos que a recebem, mesmo que disso não se dêm conta.

    Mau ambiente na incubadora



    Estão mesmo com cara de comprometidos. Acabou-se a brincadeira!

    Quem é que tropeçou no fio de alimentação eléctrica da incubadora? Acho que foi o "bebé". Tantos "pinotes" deu que acabou por avariar a máquina que lhe suportava (tolerava) a existência.

    quarta-feira, dezembro 01, 2004

    Começou a campanha eleitoral




    No directo das 20h e pouco, ouviu-se, em primeira mão, o início da campanha eleitoral.

    A hipocrisia já começou. Vamos ver o que o outro diz...